A Rádio

HISTORIA DA MUSICA BREGA.

Desde o começo da década de 80, a palavra brega vem sendo usada para designar a música de mau gosto, geralmente feita para as camadas populares. A origem desta ramificação indesejada da MPB, pode ser encontrada nos anos 30, em Vicente Celestino e suas trágicas canções em forma de opereta.
No começo dos anos 70, a Jovem Guarda abriu caminho para uma nova tendência musical com temas românticos que desafiaram os padrões de bom gosto da classe média brasileira, porém ainda sem o devido reconhecimento pelo público. No final dos anos 70, surgiram vários cantores com este novo estilo musical denominado "Brega", trazendo uma certa influência, do Rock'n'Roll do final dos anos 50 e início dos anos 60.
Nos anos 80, jovens artistas do Sudeste, começaram a reavaliar aquela música batizada de brega e a usá-la em seus trabalhos como forma de contestar a alta cultura.
Esse movimento avançou pela década de 90 e, em 1999, a aceitação do brega chegou a tal ponto que a gravadora Universal lançou a caixa de seis CDs "A Discoteca do Chacrinha" (afinal, era o programa em que os artistas do gênero se encontravam), com nomes de grande popularidade na década de 70 regravando seus sucessos.
Nos últimos cinco anos este rítimo passou por várias fases de renovação, e a pouco mais de dois anos firmou-se com uma nova roupagem trazendo muito swing acompanhado por elementos da atualidade, solos de guitarra com distorção, sintetizadores, vocais e etc...,
l
Caso você esteja navegando por um dispositivo móvel, clique aqui para ouvir a rádio